terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Victor Frankenstein [2015]


Victor Frankenstein (2014)  


Diretor:

 

Roteiro:

  (roteiro),  (screen story) | Mary Shelley (Frankenstein)
Duração: 110 min  /  Filme visto dia 29/12/2015



Por Wendell Borges 


Breve comentário: O que esperar de um filme levemente inspirado no Frankenstein  de Mary Shelley, dirigido por Paul McGuigan, diretor que tem no currículo 4 episódios da série Sherlock Holmes, e também longas como o megavitaminado Heróis (2009) e o longa de ação Xeque-Mate (2006)? A resposta é um misto de drama, romance e ação hiperbolizada, com aqueles movimentos de câmera que são uma mistura de slow-motion com fast-forward, uma tentativa de diálogos instigantes e uma estetização chapada para esconder o roteiro meia-boca. O elenco é esforçado, com um Daniel Radcliffe protagonizando uma versão melhorada do personagem Igor, o ajudante Corcunda do Victor Frankenstein, que não aparece no livro de Mary Shelley, mas ficou eternizado ao longo das dezenas de produções de Frankenstein; e ainda um James McAvoy cheio de adrenalina, beirando o histerismo para turbinar sua versão de um Victor Frankenstein porra-louca. Para perfurmar e embelezar a salada visceral, uma estonteante atriz inglesa, Jessica Brown Findlay, interpretando a charmosa trapezista Lorelei. O retumbante fracasso nas bilheterias parece refletir os erros da produção, com orçamento de U$ 40 milhões, o filme vem capengando para conseguir ao menos pagar os custos da produção.

Curiosidades: 4 atores da série de TV Sherlock estão atuando em Victor Frankenstein. São eles: Andrew Scott (Moriarty), Mark Gatiss (Mycroft Holmes), Louise Brealey (Molly Hooper) e Alistair Petrie (Major James Sholto). 


¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Análise de algumas cenas do filme


Frankenstein e Igor felizes com a reação do macaco-monstro trazido de volta à vida. A experiência que eles realizam para demonstrar seus esforços é um dos melhores momentos do filme, infelizmente o filme sofre com o exagero hiperbólico dos longas de Paul McGuigan.






_______________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário